Home / Notícias
Entidades do terceiro setor devem reter INSS de pagamentos a contribuintes individuais
Postado por Comunicação CRCPE
13/09/2018

A alíquota incidente sobre o salário de contribuição do contribuinte individual que presta serviços a entidade beneficente isenta da cota patronal, observado o limite máximo do salário de contribuição, é de 20%.

O contribuinte individual não pode deduzir 45% da contribuição patronal incidente sobre a remuneração que a entidade beneficente isenta lhe tenha pago ou creditado, haja vista que, neste caso, inexiste contribuição patronal efetivamente recolhida ou declarada a deduzir.

Bases:

Lei nº 8.212, de 1991, arts. 21 e 30, § 4º e RPS, aprovado pelo Decreto n° 3.048, de 1999, art. 216, § 26º; IN RFB 971, de 2009, art. 65, inciso II, alínea “a” e Solução de Consulta Cosit 101/2018.

Fonte: Contadores CNT
 




Últimas notícias

15/02/2019 - Projeto cria Lei da Transparência Tributária, com divulgação periódica de arrecadação

14/02/2019 - Inconsistência entre DIRPF e ECF gera fiscalização

14/02/2019 - Aprovado Novo Código de Ética Profissional do Contador

14/02/2019 - Receita Federal alerta empregadores do grupo 2 para o cumprimento da 4ª fase do eSocial

14/02/2019 - 51% das empresas querem contratar mais em 2019



ENDEREÇOS
Sede:
Rua do Sossego, 693, Santo Amaro
CEP: 50100-150, Recife, PE
   
Subsedes e Delegacias
Clique aqui
CONTATOS
(81) 2122-6011
crcpe@crcpe.org.br

 



REDES SOCIAIS